Reitor da UFJF apoia greve docente

  • por

O Comando Local de Greve se reuniu no final da tarde de 28/05 com o Reitor da UFJF, Henrique Duque, com o objetivo de discutir questões referentes à greve na Instituição e ouviu dele a garantia de que a UFJF não vai cortar o salário dos professores paralisados, mesmo se for pressionado administrativamente por Brasília, salvo sob determinação judicial.

O dirigente se comprometeu ainda em defender o apoio à greve no Conselho Superior da UFJF e durante reunião da Andifes hoje em Brasília.

Outro compromisso assumido foi o de não punir docentes em greve, incluindo temporários, substitutos e em estágio probatório.

Garantiu ainda o pagamento das bolsas de estudantes, desde que sejam seguidos os trâmites burocráticos normais.

Os docentes conseguiram também a suspensão das discussões de assuntos polêmicos no Conselho Superior enquanto perdurar a greve.

Duque concordou em adiar por 15 dias os prazos dos editais internos, não sujeitos a prazos externos, e que não redundem em prejuízo irreparável para a instituição; e definir uma agenda para discussão da Pauta Local de Reivindicações.

Depois da audiência com o Reitor, os docentes se reuniram com o professor Eduardo Magrone, Presidente do Conselho Setorial de Graduação (Congrad), quando reiteraram a reivindicação de que o Conselho suspenda as discussões de assuntos polêmicos enquanto perdurar a greve, notadamente as discussões sobre o novo Regimento Acadêmico (RAG).

Em resposta, Magrone disse concordar que não há sentido discutir este assunto com a universidade vazia, mas que vai levar o assunto para deliberação da comissão interna do Congrad e, se for necessário, para o plenário do Conselho.