Trabalho informal é tema da 10ª mesa do Seminário da Classe Trabalhadora

  • por

O Seminário da Classe Trabalhadora, com organização do 8M-JF e apoio da APES, entre diversas entidades, convida para o debate virtual “A Informalidade do trabalho em tempo de Pandemia COVID-19”, no dia 10/10, às 17h. A proposta é conversar sobre o aumento relativo dos trabalhadores da economia informal, compreendendo quem é a classe que vive do trabalho, a desigualdade de renda presente na população brasileira, a alternativa do trabalho informal para a crise econômica, bem como o impacto das medidas emergenciais do governo na vida desses trabalhadores.

Os convidados que irão realizar o debate são:

Elizete Menegat: Professora da FSS/UFJF. Arquiteta. Doutora em Planejamento Urbano e Regional. Pós-doutora em Sociologia Urbana (Princeton University/EUA) e Pós doutora em Serviço Social e Desenvolvimento Regional (UFF/RJ).

Jô Cavalcanti: Filha de pai feirante e mãe empregada doméstica. Cresceu nos morros de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. É mulher, feminista, negra, mãe, moradora da periferia do Recife, ambulante, militante do SINTRACI (Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Informal) e coordenadora nacional do MTST (Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Teto). Junto com as demais codeputadas, está todo os dias caminhando lado lado com a sociedade civil na construção da mandata coletiva das Juntas na ALEPE.

Matheus Sousa: entregador de aplicativo e militante da União da Juventude Comunista (UJC).

A live será transmita no canal do Youtube 8M Juiz de Fora.