Confira histórico das lutas organizadas pelo Fórum das Entidades Ampliado

19/12/18

 

InformAPES relembra as ações do Fórum das Entidades Ampliado no segundo semestre de 2018

Antes de se unirem em 22 de novembro com a criação do Fórum das Entidades Ampliado, o Comitê Universitário em Defesa da Democracia, que reunia forças políticas do campo progressista e o Fórum das Entidades da UFJF, que reunia DCE, APES e Sintufejuf, tiveram importante papel na mobilização da comunidade da UFJF e do IF Sudeste MG.

No dia 17 de outubro, o Fórum lançou uma nota em Defesa da Democracia e da Universidade Pública que alertava para os contornos reacionários presentes na campanha eleitoral para a presidência da república, posicionando-se contra o discurso e as ações de ódio. A favor das liberdades democráticas. Por nenhum direito a menos. Em Defesa da Democracia e da Universidade Pública. Clique aqui para ler a nota

No dia 19 de outubro, uma reunião na sede da APES marcou o início das atividades do Comitê Universitário em Defesa da Democracia, definindo uma agenda de lutas. Já no dia seguinte, participou de atividades já previstas como o cortejo do Bloco da Educação que saiu da UFJF em direção ao ato realizado no Parque Halfeld: Bloco Feminista: Mulheres contra o fascismo.

Fotos da primeira reunião do Comitê em Defesa da Democracia

 


Ato Mulheres Contra o Facismo em Juiz de Fora

 

Em 22 de outubro, deu-se o Ato em Defesa da Democracia no IF Sudeste MG – Campus JF, com uma mesa-redonda seguida de debate.


Ato em defesa da Democracia no IF Sudeste MG

Já no dia 24 de outubro, o Comitê organizou o Festival  em Defesa da Democracia e da Universidade Pública com a participação de cerca de 30 artistas de Juiz de Fora para reafirmar e intensificar a luta coletiva, e em diversas frentes, pela democracia, pelo ensino superior público e gratuito e pelos serviços públicos.


Fotos do Festival em Defesa da Democracia na UFJF

No dia 25 de outubro, o Comitê participou do Papo Aberto, no Calçadão da rua Halfeld, nas ações de Vigília que aconteciam no centro de Juiz de Fora, com a participação da professora Lorene Figueiredo, da Faculdade de Educação e do professor Marco Duarte da faculdade de Serviço Social, todos oriundos da Universidade Federal de Juiz de Fora.


Professora Lorene e Professor marco Duarte, durante aula Pública na rua Halfeld

No dia 26, integrantes do Comitê estiveram na Abertura do Simpósio da Política de Assistência Social, no Auditório da FACOM. Nos dias 04 e 05 de dezembro todo o país saiu às ruas em defesa da educação.

No dia 04, a Apes promoveu conjuntamente, com a UFJF e o Sintufejuf, uma mesa sobre os 30 anos da Constituição Brasileira. Logo na abertura, representantes da UFJF, APES, Sintufejuf e Sinasefe lembraram que eventos neste formato unificados ocorreram no mesmo dia em diversas universidades do país. Todos os representantes alertaram para a necessidade de fortalecimento desta frente ampla
Nesse sentido, o reitor da UFJF, professor Marcus Davi, chamou a atenção para as recentes ameaças à liberdade de cátedra, ao modelo de financiamento da educação das universidades, ao processo de democratização do acesso e permanência de estudantes nas universidades e à carreira dos funcionários públicos federais. Como expôs o professor Augusto, da APES, este movimento conservador, produtor e reprodutor desses discursos de ameaça, cresce no bojo da crise do capital e coloca em ação uma cruzada moral, que tem como objetivo cercear liberdades, criminalizar movimentos sociais e rebaixar as condições de vida da massa da população. Daí a necessidade de retomar o tema da democracia neste contexto.
Durante o evento, foi exibido um vídeo que está em processo de finalização referente a uma campanha das entidades ligadas à ANDIFES, com o objetivo de sensibilizar e informar a sociedade brasileira sobre a importância das universidades públicas.


Mesa Unificada debateu os 30 anos da Constituição Brasileira

No dia 05, dois atos marcaram a data de mobilizações em Juiz de Fora. Por volta do meio dia, o Comitê promoveu uma panfletagem no IF Sudeste MG, Campus Juiz de Fora. O objetivo era chamar a atenção para a importância dos Institutos Federais, seus benefícios para a sociedade e defendê-lo das ameaças que vem sofrendo. Às 17h, em frente a Escola Normal, no centro de Juiz de Fora, foi realizado um ato em Defesa da Educação e pela Liberdade de Ensino.


Ato no IF Sudeste MG

 


Ato em frente à Escola Normal