A última grande fronteira de terras no mundo

O debate sobre o Código Florestal vai além, muito além, da fita métrica
que os ruralistas estão usando para acabar com a reserva legal nas
propriedades rurais e encolher as faixas de proteção de nossos rios e
encostas. Por detrás de toda a discussão, existe uma agenda do setor,
liderado pelo grande agronegócio e os representantes de seus interesses no
Congresso, para eliminar os limites sociais e ambientais fixados para o
uso da terra. Depois do Código, estão na alça de mira os benefícios da
agricultura familiar, a liberação do uso de agrotóxicos e a flexibilização
do Código de Defesa do Consumidor.

Durante a Constituinte em 1988, os ruralistas impediram que o texto
constitucional impulsionasse a democratização da propriedade, impondo um
conceito de produtividade escorado em índices da década de 60 e jamais
atualizados. Desde então o governo se limitou a realizar a reforma agrária
em terras públicas na Amazônia, consolidando o que se fazia desde a
ditadura militar e ajudando a ampliar o desmatamento na região. A Amazônia
virou o quarto de despejo dos conflitos agrários, ajudando a manter
inalterado o quadro de concentração fundiária no país.

O presidente Lula, que prometeu atualizar os índices de produtividade dos
imóveis rurais, fundamental para melhorar sua eficiência e diminuir a
pressão para a contínua expansão da fronteira agrícola em direção ao
Cerrado e à Amazônia, não cumpriu a sua promessa. Terminou seu mandato
assistindo ao Censo Agropecuário anunciar que usamos 1 hectare para criar
0,5 cabeça de gado, enquanto em outros países tal marca alcança índices
até cinco vezes maiores.

A emergência da questão ambiental fez com que, no Brasil, as leis de
proteção da natureza ganhassem, a partir dos anos 90, mecanismos eficazes
de aplicação, como a vinculação do financiamento da produção à adoção das
boas práticas agrícolas prescritas pelo Código Florestal. É possível
produzir mais e melhor em todo o país, zerando o desmatamento. Além de
potência agrícola, o Brasil pode ser uma potência ambiental.

Produzir mais e melhor demolirá o discurso de que vai faltar terra para
produção de alimento, revelando que o que as grandes empresas do
agronegócio não querem é adotar padrões de produção e comportamento de
mercado a que já estão obrigadas na Europa e nos Estados Unidos – o que as
levou, inclusive, a transferir suas atividades para cá.

O que está em disputa é a forma de ocupação da última grande fronteira de
terras do mundo. É o capítulo que ainda precisa ser escrito para encerrar
o livro da história da formação do nosso território. É esse o texto que
nos dirá como será nosso futuro. Se o que acontece com o Código Florestal
serve de indicação, ele não deverá ser muito brilhante. Continuaremos a
expandir nossa agropecuária não pelo investimento em tecnologia, mas
pagando o alto preço do desmatamento – devastação ambiental, violência e
concentração fundiária.

(*) Sérgio Leitão é diretor do Greenpeace no Brasil.

Este post tem 14 comentários

  1. Daryl

    Amazing things here. I’m very satisfied to see your article.

    Thanks a lot and I’m looking forward to touch you. Will you kindly drop me a e-mail?

  2. Eloise

    PowerToFly focuses on matching girls in tech with remote and operate-from-household jobs.

    Here is my web page :: Eloise

  3. women's jobs

    This web page has a searchable database of UK vacancies by type of job/geographical
    area.

    My blog … women’s jobs

  4. I’m very happy to discover this site. I wanted to thank
    you for your time just for this wonderful read!!
    I definitely savored every part of it and I have you saved to fav to
    check out new stuff in your blog.

  5. agen slot bank jago

    Hi, i believe that i noticed you visited my site
    so i came to go back the choose?.I am trying
    to in finding issues to improve my website!I guess its ok to make use of a
    few of your ideas!!

  6. daftar slot bank jago

    I’m curious to find out what blog system you happen to be working with?
    I’m experiencing some minor security issues with my latest site and I
    would like to find something more safeguarded. Do you have any suggestions?

  7. agen slot bank jago

    Hello! I know this is somewhat off topic but I was wondering if you knew where I could find a captcha plugin for my comment form?
    I’m using the same blog platform as yours and I’m having trouble finding one?

    Thanks a lot!

  8. slot online

    Hey there, I think your website might be having browser compatibility issues.
    When I look at your blog in Firefox, it looks fine but when opening in Internet Explorer, it has some overlapping.
    I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, great blog!

  9. Slot Bank Neo

    Heya i’m for the first time here. I came across this board and I to find It truly useful &
    it helped me out much. I am hoping to offer something back and
    help others like you helped me.

  10. Amazing! Its really remarkable paragraph, I have got much clear idea regarding
    from this piece of writing.

  11. You’re so cool! I do not suppose I have read through
    anything like this before. So great to discover another person with a few original thoughts on this issue.
    Seriously.. thanks for starting this up. This web site is something that is needed on the internet, someone with a bit
    of originality!

  12. slot online

    Hello friends, nice piece of writing and fastidious arguments commented here, I am really enjoying by these.

  13. agen slot bank jago

    Thanks for sharing your thoughts about daftar slot bank jago.
    Regards

  14. Woah! I’m really loving the template/theme of this site.
    It’s simple, yet effective. A lot of times it’s difficult to get that “perfect balance” between usability and visual appearance.
    I must say you’ve done a amazing job with this.
    In addition, the blog loads super quick for me on Internet explorer.
    Superb Blog!

Deixe um comentário